Caminhões ignoram restrição na Marginal

Veículos de carga circularam normalmente no minianel viário da capital no 1º dia sob as novas regras de tráfego

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

13 Dezembro 2011 | 03h03

Os caminhões ignoraram o primeiro dia das restrições ao trânsito e circularam normalmente tanto na Marginal do Tietê quanto nas demais vias que formam o minianel viário de São Paulo. A expectativa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) é que a eventual saída dos veículos pesados só aconteça quando começar a cobrança de multas, o que ainda não tem data para ocorrer, mas será em janeiro.

A restrição é dividida em dois horários. De segunda a sexta, das 4h às 10h, e, à tarde, das 16h às 22h. E há também proibição aos sábados, das 10h às 14h.

Especificamente na Marginal, no horário da tarde, houve registro de 12 km de congestionamento. O trecho mais crítico foi no sentido Rodovia Ayrton Senna, a partir da Ponte do Limão. A CET diz que um acidente envolvendo um carro e um caminhão, na altura da Ponte Cruzeiro do Sul, contribuiu para o trânsito - que ficou na média para o horário.

Rodoanel. Por outro lado, o Trecho Sul do Rodoanel (rota que a Prefeitura quer impor às carretas como alternativa ao centro da cidade) viveu uma tarde de "Marginal do Tietê" ontem: 5 quilômetros de congestionamento na pista sentido Rodovia Régis Bittencourt. Mas a SPMar, concessionária que administra o sistema, diz que o trânsito foi reflexo de um acidente no km 32 da via, que bloqueou duas das três faixas de rolagem.

A Prefeitura publicou no sábado, no Diário Oficial da Cidade, a portaria que torna oficial a restrição. Ela entrou em vigor ontem, mas a cobrança de multas ainda não pode acontecer porque a CET está instalando as placas informando a restrição. "Salientamos que os painéis eletrônicos instalados na Marginal do Tietê já estão anunciando a restrição da via", diz a CET, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.