Reprodução
Reprodução

Câmera flagra jovem sendo baleado ao reagir a assalto no interior de SP

Um dos suspeitos foi reconhecido e preso, mas nega ter participado; vítima já se recupera em casa

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

13 Dezembro 2011 | 19h11

SOROCABA - Imagens de uma câmera de segurança que mostram um rapaz reagindo a um assalto e sendo baleado pelo ladrão, em Sorocaba, no interior de São Paulo. O assalto aconteceu no final da noite de sexta-feira, numa loja de roupas da rua Nogueira Padilha, na Vila Hortência, mas as imagens só foram divulgadas na segunda-feira.

As cenas impressionam: dois homens com os rostos parcialmente cobertos por bonés invadem a loja e rendem as pessoas que estavam no interior - o rapaz, a namorada dele, dona da loja, e uma cliente. Um dos bandidos que está com a arma na mão aborda o rapaz e o empurra. A vítima resiste e é golpeada com um chute.

O rapaz, mais alto e forte que o bandido, reage e também chuta o ladrão, avançando contra ele. O homem dispara e, enquanto o rapaz cambaleia e cai, a dupla foge sem levar nada. A namorada e a cliente se desesperam, sem saber o que fazer, depois socorrem a vítima que parece consciente.

H.O., de 26 anos, foi socorrido por policiais que chamam o resgate. A bala entrou pelo pescoço e perfurou o pulmão. H. foi levado para o Hospital Regional, passou um dia na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas já recebeu alta. Ele se recupera em casa.

A dona da loja, S.C., de 26 anos, conta que abriu o estabelecimento no final de outubro e, depois que uma loja vizinha foi assaltada, decidiu instalar a câmera. Segundo ela, na noite do assalto uma viatura fazia ronda na rua. "Como as lojas fecham às 22 horas, os policiais foram embora, mas nós estávamos com clientes e continuamos abertos."

O assalto aconteceu às 22h23. "Eles chegaram de repente e o que estava com a arma mandou meu namorado se deitar. Preocupado comigo, que estava no caixa, ele ficou sem reação, por isso o cara ficou nervoso e o agrediu." De acordo com a jovem, o rapaz nem se lembra de ter reagido. "Foi instintivo, mas ele correu um grande risco."

Suspeitos. O autor do disparo foi reconhecido por um policial que faz "bico" na área oferecendo vigilância privada. "Ele viu a filmagem e disse: sei quem é esse cara." O rapaz, de 19 anos, mora num bairro próximo e tinha passagem por roubo de motocicleta quando ainda era menor. Ele negou o crime, mas as vítimas os reconheceram por fotos. O criminoso foi preso e levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba.

Seu comparsa também foi reconhecido, mas está foragido. Depois da tentativa de roubo, a dona da loja decidiu instalar câmeras também na fachada do prédio. "Meus pais até queriam que eu largasse tudo, mas não posso parar de viver porque tem bandido", disse.

Mais conteúdo sobre:
assalto Sorocaba loja baleado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.