'Cafusa' estará no Museu do Futebol

Inaugurado em 2008, atrás das arquibancadas do Estádio do Pacaembu, na zona oeste da capital paulista, o Museu do Futebol se transformou em uma das principais atrações da cidade.

O Estado de S.Paulo

24 Março 2013 | 02h04

Nesta semana, além das tradicionais exposições sobre o futebol nos séculos 20 e 21, quem visitar o local vai poder testar a bola oficial da Copa das Confederações, que ocorrerá no País de 15 a 30 de junho. O visitante poderá chutar a Cafusa - união das palavras carnaval, futebol e samba - em um gol virtual, ao mesmo tempo em que terá a velocidade de seu chute calculada.

Com investimento de R$ 32,5 milhões, o museu está instalado em uma área de 6,9 mil m². Existem salas interativas e acervos de gols transmitidos pelo rádio, além de vídeos de jogos da seleção e de clubes.

Foi o arquiteto Mauro Munhoz quem concebeu o projeto do local - integrando-o ao Pacaembu, projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo nos anos 1930. Em três andares, buscou revelar as estruturas do estádio. Daniela Thomas e Felipe Tassara foram encarregados da museografia, com direção de arte de Jair de Souza.

As paredes - feitas de materiais como ferro, aço e madeira - formam uma das mais belas instalações. Na entrada, o visitante logo se depara com a projeção de vídeos e o som das torcidas de diversos times. / BRUNO PAES MANSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.