Cadeia vai abrigar guardas municipais de Campinas e cidades da região

A prefeitura de Campinas vai construir uma cadeia exclusiva para detenção de guardas municipais. A lei que autoriza a criação da unidade prisional especial para integrantes da guarda da cidade e dos outros 18 municípios da Região Metropolitana de Campinas foi publicada anteontem no Diário Oficial. Ainda não estão definidos o tamanho da unidade nem os gastos da construção. Deve haver também uma ala feminina.

O Estado de S.Paulo

12 Julho 2012 | 03h07

O secretário de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública de Campinas, Sinval Dorigon, afirmou que a GM atua em apoio às demais forças de segurança e o guarda não pode ser levado para uma unidade prisional com criminosos. "Temos 704 guardas na cidade que atuam, muitas vezes, diretamente no combate ao crime. Seria um risco levá-los para cadeias comuns."

Em São Paulo, guardas já têm uma carceragem separada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.