Divulgação
Divulgação

Cachorro que foi enterrado vivo tem leve melhora e volta a comer

Animal recebe cuidados veterinários da Associação Mão Amiga em Novo Horizonte, São Paulo

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

09 Dezembro 2011 | 15h59

SÃO PAULO - Titã, o vira-lata de aproximadamente quatro meses que foi enterrado vivo, voltou a comer na tarde desta sexta-feira, 9. Segundo a Associação Protetora dos Animais "Mão Amiga", que cuida do cãozinho, seu quadro de saúde havia piorado durante a noite.

Titã estava recebendo soro e medicação por conta da anemia, e chegou a vomitar. Porém, no início da tarde desta sexta, ele buscou seu pote de ração. O interesse pela comida pode significar uma melhora.

De acordo com a associação, uma juíza de Ibitinga se prontificou a enviar cinco latas de uma ração especial. A doação deve chegar por moto-táxi ainda nesta sexta.

O cão foi resgatado de uma casa em Novo Horizonte, no interior de São Paulo, pelo vendedor Alexandre Rodrigues. Ele recebeu a denúncia através de um morador. Na polícia, foi aberto um termo circunstanciado para apurar a ocorrência. O dono da casa, principal suspeito, está sendo investigado e poderá ser processado por crueldade contra animais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.