Buraco perigoso na calçada

RUA BELA CINTRA

O Estado de S.Paulo

14 Julho 2012 | 03h02

Há 12 anos reclamo de um problema na Rua Bela Cintra (altura do n.º 2.316). A enxurrada que despenca da Avenida Paulista chega a esta rua com tanta força que o fundo de um bueiro arriou. Com o tempo, a água "cavou" tanto o solo que se formou um "piscinão", que deságua na garagem do edifício onde moro. Já tivemos de refazer a calçada pelo menos oito vezes. São necessárias duas ou três caçambas de pedra britada e outras tantas de areia para encher o buraco na calçada e cimentá-lo. Cansamos do descaso da Prefeitura! Há três anos abri um processo na Subprefeitura Pinheiros, sem resposta. Quem será responsabilizado se um pedestre cair no buraco?

NAZARETH FAIRBANKS / SÃO PAULO

A Subprefeitura Pinheiros esclarece que corre pelo subsolo do passeio do edifício citado uma nascente de lençol freático que acabou por abrir um buraco na parte inferior da boca de lobo, que já foi fechado. Para solucionar o problema, fez a captação de água de bombeamento de subsolo e reforma de aproximadamente 50 metros de sarjeta a montante do nº 2.316. Por último, foram filmados a galeria de águas pluviais e os seus ramais no trecho entre as Ruas Vitório Fasano e Estados Unidos e não foi encontrada avaria na rede. Após vistoria em 16/5 foi constatado que não há problemas na galeria de águas pluviais.

A leitora contesta: A cada enxurrada, o problema do fundo do bueiro arriado piora. Foi feito um "remendo" na extensão da rachadura, sem a preocupação de "calçar" ou reforçar a base da boca de lobo. O material necessário (pedra britada, areia e cimento) para sustentar o piso da calçada não foi reposto.

PARAÍSO

Boca de lobo obstruída

Há várias semanas escorre água de esgoto pelas sarjetas no cruzamento da Rua Cubatão com a Tomás Carvalhal. Por uma coincidência perversa, a boca de lobo de águas pluviais, que deveria receber esta água contaminada, está obstruída e transborda, fazendo o líquido vazar por uma grade central, bem no meio da via carroçável. Os veículos espirram a água malcheirosa nos pedestres, que também são obrigados a pisar nas poças formadas. A boca de lobo está entupida há muito tempo e, agora, está permanentemente transbordando. É preciso atacar a causa do problema, o esgoto - responsabilidade da Sabesp -, que não deveria correr a céu aberto. A Prefeitura ignora o local.

MARIANO DE ARAUJO B. NETTO

/ SÃO PAULO

A Subprefeitura Vila Mariana

esclarece que, em 7/7, iniciou

o serviço de desobstrução do

ramal de águas pluviais no

cruzamento citado. Os trabalhos foram concluídos no dia 11.

O leitor relata: A desobstrução da galeria e o conserto

da grade foram feitos. Graças à

interferência da Coluna, houve rápido atendimento à constrangedora situação.

GOL - PROGRAMA SMILES

Site não funciona

Gostaria de reclamar do descaso da GOL em relação aos associados do programa de milhas Smiles. Quando há voos que interessam, o site impede o usuário de terminar o processo de aquisição da passagem. Quando ligo no call center, atendentes informam que o problema está no meu computador, que não acessa adequadamente o site da companhia. Curioso é que o processo "falha" somente quando começa a fase de aquisição do bilhete. Parece que os atendentes são instruídos a transferir uma responsabilidade que seria da GOL para os associados do programa Smiles.

DANNY ARENDT / SÃO PAULO

A GOL informa que entrou em

contato com o cliente e prestou as orientações necessárias para emissão de bilhetes Smiles.

O leitor reclama: Eles ligaram e eu novamente expliquei o problema, mas não recebi nenhum tipo de orientação. Fiquei falando sozinho e acabei desligando. Falta gente hábil no SAC da companhia, com autonomia para resolver o problema do cliente. Os atendentes devem ser treinados para responder que tudo pode ser resolvido pelo site. Ora, se liguei no SAC foi porque não consegui resolver o problema pela internet!

CPTM - LINHA 11 CORAL

Trens remanejados

A reclamação sobre a Linha 11 Coral da CPTM (ed. 23/6, pág. C2) surtiu enorme efeito, até nos horários de pico. A distribuição nas saídas dos trens na Estação Guaianases (destino Luz) foi remanejada, amenizando o problema da lotação excessiva. Isso prova que a CPTM, quando quer, sabe fazer. Pena que espera um usuário reclamar na mídia para tomar providências.

MIGUEL R. DA COSTA / SUZANO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.