Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Destroços de helicóptero são achados; seis morrem

Celso Russomanno diz que amigos estavam a bordo da aeronave e cita nomes de cinco das seis possíveis vítimas do acidente

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

27 Junho 2016 | 12h36

SOROCABA - Equipes do Corpo de Bombeiros localizaram ainda na manhã desta segunda-feira, 27, entre Cajamar e Jundiaí, a 2,5 quilômetros da Rodovia dos Bandeirantes, entre a região metropolitana e o interior de São Paulo, os destroços do helicóptero modelo Bell 407 que estava desaparecido desde a manhã de domingo, 26. Seis pessoas estavam a bordo e, de acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), o acidente não deixou sobreviventes.

"Em função das condições de visibilidade e das características geográficas da região, foi deslocado um helicóptero Águia da Polícia Militar de São Paulo para o local, que confirmou que se tratavam dos destroços da aeronave desaparecida e que, lamentavelmente, não há sobreviventes", informou a FAB, em nota.

Uma equipe do IV Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV) foi deslocada para o local, de difícil acesso, a fim de iniciar as investigações sobre o acidente.

Em sua página na rede social Facebook, o pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PRB, Celso Russomanno, afirmou que amigos estavam a bordo do helicóptero. Ele citou os nomes de cinco possíveis vítimas: a piloto Josilde, Vagner Oliveira, Vagner Lanzoti, Oscar Marchini e Francisco Rebolo, segundo a publicação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.