1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Bilhete Único Semanal começa dia 5 com valores partindo de R$ 38

Bruno Ribeiro - O Estado de S. Paulo

21 Março 2014 | 12h 49

Valor corresponde à carga mínima, que permite uso só de ônibus ou só de metrô; integração entre os dois custará R$ 60 para usuários cadastrados

Bruno Ribeiro - O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) anunciou na manhã desta sexta-feira, 21, a data e o valor do bilhete único semanal. Começa a valer no próximo dia 5, ao custo de R$ 38, válido apenas para ônibus ou para Metrô, e R$ 60, válido tanto para ônibus quanto para Metrô.

O bilhete é vantajoso para quem faz mais de 13 viagens na semana. Ele é válido por sete dias a partir da primeira utilização. A reutilização só pode ser feita em um intervalo de 30 minutos e, nos ônibus, não poderá acontecer em uma mesma linha e sentido por duas vezes em uma mesma viagem - a medida visa evitar que o cartão seja repassado entre usuários diferentes que estão juntos.

No caso do bilhete semanal, será aberta também a opção de compra para o usuário que não fez cadastro, o que não acontecia com o bilhete mensal. Neste caso, o valor é maior: R$ 48 para ônibus ou Metrô, separadamente, e R$ 75 para ônibus mais Metrô.

Segundo a Prefeitura, esta opção pretende atingir turistas e pessoas que estão de passagem pela capital.

O anúncio da nova modalidade de bilhete foi feito durante cerimônia de inauguração do Laboratório de Mobilidade da Prefeitura, uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP), onde serão desenvolvidos programas para as redes de ônibus e de controle de trânsito.