1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Batman 'enquadra' Haddad no Campo Limpo

Rafael Italiani - O Estado de S. Paulo

11 Junho 2014 | 15h 11

'Cavaleiro das trevas' se encontra com prefeito de São Paulo durante inauguração de ponto gratuito de internet na zona sul

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) foi surpreendido pelo Batman, na manhã desta quarta-feira, 11, durante a inauguração de um ponto gratuito de internet, no Capão Redondo, na zona sul da capital. Natural do bairro vizinho Capão Redondo, o "cavaleiro das trevas" da periferia, que é membro de uma liga de heróis conhecida como Loucos Pela Paz (LPP), mostrou que não tem influência apenas na prefeitura de Gotham City. Informantes do homem morcego ligaram para o "batfone" do herói dizendo que Haddad estaria na Praça João Tadeu Priolli. O mascarado foi até o local para cobrar melhorias na saúde, dar dicas de administração municipal e dizer ao prefeito que tem informações que poderão ser passadas em off. 

"Aqui nesta região todos conhecem o Batman. Se o prefeito está aqui, eu fico sabendo antes", afirmou. O prefeito não tentou fugir ao dar de frente com o herói. Antes da inauguração na praça, Haddad visitou uma Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei). A equipe de segurança e o cerimonial do chefe do executivo paulistano souberam da presença do herói antes do prefeito descer. "O Batman está aí junto com o Homem-Aranha. Ele quer falar com o prefeito", disse um deles. Ao sair da escola, Haddad foi abordado pelo ativista, o Homem-Aranha e a Mulher-Onça, que é casada com Batman. 

O herói disse para o prefeito que em maio buscou atendimento na Assistência Médica Ambulatorial (AMA) Capão Redondo e que no local não há insumos. Também se colocou à disposição de Haddad para fornecer "imagens secretas" de uma visita do secretário municipal de Saúde, José de Fillipi Junior, à AMA. Na gravação, segundo Batman, funcionários questionam Fillipi Junior sobre a falta de materiais. A resposta do secretário não agradou o herói. "Ele disse que, em seu escritório, quando não tem caneta ele usa lápis", disse o ativista para o prefeito. O argumento que teria sido usado pelo secretário foi questionado por Batman: "Ou seja, o médico receita uma Bezetacil e eu vou tomar uma Ass?".

A batalha entre Batman e o secretário começou no final de maio. Descaracterizado (a reportagem não revela a identidade do herói) e com pneumonia, o ativista procurou a Ama para receber tratamento. Segundo ele, o atendimento levou oito horas e os enfermeiros utilizaram uma seringa de injeção para aplicar o soro. O herói também alega que a farmácia da unidade não tinha os medicamentos gratuitos que foram receitados pelo médico. Haddad afirmou que vai apurar as denúncias feitas pelo mascarado. Na coletiva de imprensa após a inauguração do ponto de internet gratuita, o prefeito afirmou que "todos são bem vindos na Prefeitura". 

Desde o último dia 2, quando desceu de rapel a Câmara dos Vereadores, o herói tem pedido a exoneração do secretário municipal de Saúde, seu atual arqui-inimigo, por problemas de atendimento na AMA Capão Redondo. A última aparição pública do mascarado foi na segunda-feira, 9, quando, acompanhado do Homem-Aranha, desceu de rapel a Ponte Octávio Frias de Oliveira (Estaiada), na zona sul. A dupla foi retirada do local por policiais militares. 

Assim que retornou para a "batcaverna" no Capão Redondo, Batman ligou para o Estado. "Me ligaram da Prefeitura dizendo que o prefeito quer se encontrar comigo", afirmou. Pelo "batfone", o herói disse que a agenda sempre estará disponível para o prefeito Fernando Haddad. Incansável na luta contra Fillipi Junior, Batman promete outras intervenções na cidade nos próximos dias contra o secretário.

  • Tags: