Bando rende escolta e rouba eletrônicos na Bandeirantes

Carga é avaliada em R$ 2 milhões; ninguém se feriu ou foi preso durante a ação, da qual participaram ao menos 10 criminosos

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2015 | 14h41

SOROCABA - Pelo menos dez homens armados com fuzis usaram três automóveis para bloquear um caminhão que seguia pela Rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí, no interior de São Paulo, na noite desta segunda-feira, 19, e roubar uma carga de eletrônicos avaliada em R$ 2 milhões. Os bandidos renderam o motorista do caminhão e os vigilantes que estavam em dois veículos de escolta, levaram o veículo pela contramão até um retorno e transferiram a carga para os automóveis.

Armas, coletes e celulares dos vigilantes também foram levados. Não houve reação e ninguém se feriu. Os bandidos fugiram sem serem perseguidos e, até o início da tarde desta terça-feira, 20, não tinham sido localizados.

O caminhão havia carregado a carga importada, com tablets e celulares de última geração, no Aeroporto de Viracopos, em Campinas. O veículo seguia para uma fábrica de Jundiaí quando sofreu o assalto. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG), que apura o caso, acredita que os criminosos tenham informações sobre a carga e o percurso do veículo.

Rota. As rodovias entre Campinas e Jundiaí são rotas de escoamento de produtos importados, por isso se tornaram alvos dos assaltantes. No último dia 6, policiais rodoviários impediram o assalto a um caminhão com eletrônicos parado pelos bandidos no km 47 da Rodovia Anhanguera. Dois suspeitos foram presos.

Em julho de 2014, um bando invadiu a fábrica da Samsung em Campinas, rendeu funcionários e fugiu com uma carga avaliada em R$ 25 milhões. Uma semana depois, 15 homens encapuzados renderam o motorista e quatro vigias e levaram a carga de componentes eletrônicos de um caminhão avaliada em R$ 2 milhões. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.