Bando faz reféns e explode caixas bancários em Sorocaba

Carro usado no roubo já havia sido utilizado em ataques em Limeira e Indaiatuba; aparelhos também foram destruídos em Itaberá

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

07 Janeiro 2015 | 13h14

SOROCABA - Cinco homens armados invadiram o centro de controle operacional do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Sorocaba, no interior de São Paulo, e explodiram dois caixas automáticos da Caixa Econômica Federal, na manhã desta quarta-feira, 7.

Na ação, ele tomaram como reféns dois vigias de uma empresa de segurança e usaram um pé-de-cabra para introduzir dinamite nos caixas. As explosões destruíram os equipamentos e as cabines que os abrigavam.

Depois de recolher o dinheiro, os criminosos libertaram os reféns, que estavam sob a mira de armas, e fugiram de carro. O valor roubado não foi informado.

O automóvel usado na ação - um Toyota Corolla prata, com placas de Americana - já havia sido utilizado em um ataque a caixas eletrônicos em Indaiatuba, na região de Campinas, na última terça-feira, 6. O carro também foi flagrado por câmeras em um ataque anterior, em Limeira, no dia 21 de dezembro.

Desta vez, o roubo será investigado pela Polícia Federal, já que o ataque destruiu propriedade da União. O centro operacional do SAAE já havia sido alvo de criminosos em 2012. No ocasião, criminosos invadiram o local, renderam funcionários e explodiram dois caixas bancários. 

Outro caso. O ataque em Sorocaba foi o segundo na região durante a mesma noite. Durante a madrugada, bandidos explodiram dois caixas eletrônicos de uma agência bancária na região central de Itaberá. As explosões destruíram a agência e assustaram os moradores. Parte do centro ficou sem energia elétrica. A Polícia Militar isolou a área, mas os bandidos fugiram. O valor roubado não foi informado.

Nos dois casos, ninguém foi preso. Em 2014, até novembro, ocorreram 165 ataques a bancos com explosivos no Estado de São Paulo, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

Mais conteúdo sobre:
Violência São Paulo Sorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.