Bando explode caixa eletrônico em Cotia; já são pelo menos 144 ataques

Cerca de 10 homens fugiram em três veículos; Guarda Civil e PM ainda não localizaram suspeitos

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

31 Dezembro 2011 | 06h17

SÃO PAULO - Um grupo com cerca de 10 bandidos explodiu, por volta das 4 horas deste sábado, 31, um caixa eletrônico do Bradesco dentro de um quiosque instalado na Rua José Félix de Oliveira, próximo à Avenida São Camilo, a cerca de 4 quilômetros da Rodovia Raposo Tavares, na Chácara Viana, região da Granja Viana, em Cotia, no limite com Carapicuíba, na Grande São Paulo.

 

Ocupando um Ford EcoSport e um Celta, ambos pretos, e um terceiro veículo, de modelo e marca não anotados por testemunhas, os criminosos deixaram o local após dividirem o quiosque em quatro partes em razão da quantidade de explosivos utilizada. Não se sabe ainda quanto em dinheiro o bando conseguiu levar. A Guarda Civil de Cotia foi a primeira a chegar no local.

 

Policiais militares da 3ª Companhia do 33º Batalhão também foram acionados, mas nenhum suspeito havia sido localizado até as 6 horas. O caso foi encaminhado para o plantão do Distrito Policial Central de Cotia, localizado na Estrada do Morro Grande.

 

Ataques. Desde o início deste ano, a reportagem do estadão.com.br noticiou 144 casos de ataques a caixas eletrônicos, ocorridos no horário noturno, na Região Metropolitana. Foram 62 ações na capital paulista e outras 82 nas demais cidades da Grande São Paulo. Em 101 dos 144 casos, os bandidos utilizaram explosivos.

 

O saldo, até o momento, foi de 45 pessoas presas, várias delas policiais militares, e 14 mortas em confronto com a polícia. O mês de maio foi o que mais registrou este tipo de crime: foram 31. Este caso de Cotia é o 13º ocorrido em dezembro, que perde também para os meses de abril e julho, com 16 casos, e junho, com 17 ataques.

 

Os locais preferidos dos criminosos foram os supermercados (45 casos) e agências bancárias (33).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.