Reprodução Google Maps
Reprodução Google Maps

Bandidos explodem caixas eletrônicos em Nazaré Paulista

Explosões destruíram duas agências e atendimento à população foi suspenso

Ivan Marcos Machado, especial para O Estado

08 Maio 2018 | 11h54

JUNDIAÍ - Uma quadrilha fortemente armada com fuzis e metralhadoras roubou, na madrugada desta terça-feira, 8, após explosões com dinamites, agências dos bancos Bradesco e Caixa Econômica Federal do centro da cidade de Nazaré Paulista.

Os bandidos estavam em duas caminhonetes. Eles enfrentaram soldados da Polícia Militar durante a fuga. Houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. Os moradores acordaram assustados com a quantidade de tiros e explosões.

Na fuga, eles queimaram vários veículos nas estradas, para impedir a ação da PM. 

+++ Três suspeitos são presos após tiroteio durante ataque a banco em Pedreira

Segundo relatos dos soldados da Polícia Militar, os bandidos fugiram usando a Rodovia Dom Pedro 1º, sendo um no sentido de Guarulhos e o outro no sentido de Campinas.

+++ Senado aprova projeto que endurece pena para explosão de caixas eletrônicos

Nas estradas de Nazaré Paulista foram jogados "miguelitos" (pregos com várias pontas) para furar os pneus das viaturas policiais.

As agências dos dois bancos ficaram totalmente destruídas e o atendimento à população foi suspenso. Os bancos não informaram a quantia levada.

+++ Rio registra duas explosões de caixas eletrônicos em menos de 24 horas

As quadrilhas têm escolhido cidades pequenas para agirem, perto de rodovias que permitam a fuga com facilidade, como as localizadas próximas da Dom Pedro 1º e Castelo Branco, na região de Sorocaba. 

O Batalhão de Ações Especiais da Polícia (BAEP) de Campinas afirma que tem feito vários trabalhos para combater os roubos a bancos, inclusive com enfrentamentos a quadrilhas armadas, colocando algumas fora de circulação. Uma delas foi no dia 1º de março, com sete bandidos mortos durante enfrentamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.