1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Bandeirantes é liberada após incêndio; viaduto segue interditado

- Atualizado: 15 Fevereiro 2016 | 10h 34

Três faixas de cada sentido foram abertas para passagem de veículos sob estrutura; CET desvia trajeto de 25 linhas de ônibus

SÃO PAULO - Dois dias após uma explosão causada por colisão entre dois caminhões sob o Viaduto Santo Amaro, na zona sul da capital paulista, a Avenida dos Bandeirantes foi liberada para o tráfego na manhã desta segunda-feira, 15. 

Às 6h30, segundo a Companhia de Engenharia do Tráfego (CET), três faixas de cada sentido foram abertas para passagem de veículos sob o viaduto, que permanece bloqueado sem previsão de reabertura.

Passageiros descem dos ônibus na Avenida Santo Amaro e caminham pelo viaduto

Passageiros descem dos ônibus na Avenida Santo Amaro e caminham pelo viaduto

Uma faixa segue interditada em cada um dos sentidos, onde uma estrutura de hastes metálicas foi montada para sustentar o viaduto. 

A passagem sobre o viaduto, continuação da Avenida Santo Amaro, continua interditada. As 25 linhas de ônibus que passam pelo local seguirão pelas laterais da via para cruzar a Avenida dos Bandeirantes.

A CET orienta que os veículos que trafegam no sentido centro da Avenida Santo Amaro - e entrariam no viaduto - façam o seguinte desvio: Rua Vieira de Moraes, Avenidas Vereador José Diniz e Ibirapuera, Alamedas dos Imarés e dos Jurupis, Avenidas Moaci e Bem-Te-Vi, Rua Gaivota, Alameda Cotovia e Avenida Santo Amaro.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.