Bancária fica 24 horas em poder de sequestradores

Armados, os criminosos entraram na residência, dominaram a bancária, que estava sozinha

Ricardo Valota, estadão.com.br,

20 Junho 2009 | 04h27

Uma bancária, de 44 anos, ficou em poder de sequestradores por pelo menos 24 horas após a quadrilha invadir a casa da vítima, na noite de quinta-feira, 18, na zona sul de Osasco, região oeste da Grande São Paulo. Armados, os criminosos entraram na residência, dominaram a bancária, que estava sozinha, separaram alguns objetos e fugiram levando a mulher refém no Ford Fiesta dela. Eram pelo menos cinco bandidos que, na fuga, utilizaram um segundo veículo.

 

Por volta das 21 horas de sexta-feira, 19, policiais militares da Força Tática do 20º Batalhão, em patrulhamento pela Rua Imirim, no Jardim Fátima, em Jandira, cidade vizinha, desconfiaram de um casal que ocupava um Ford Fiesta e realizaram a abordagem. Alexandre Rodrigues da Silva, de 24 anos, um dos integrantes do grupo, eram quem mantinha a bancária refém. Segundo a polícia, a bancária, resgatada ilesa, afirmou que durante boa parte do tempo em que foi mantida refém ficou em um cativeiro improvisado numa residência.

 

Acredita a vítima que a casa fique em Jandira, pois ela não conhece muito bem a região. Saques foram feitos da conta bancária da refém, mas o valor levado ainda será apurado. Os demais criminosos seguem foragidos. Nenhuma arma foi encontrada com o rapaz detido. Alexandre, que não tinha ainda passagem pela polícia, foi autuado em flagrante na Delegacia Central de Jandira por sequestro, formação de quadrilha e uso de documento falso.

Mais conteúdo sobre:
assalto criminos bancária sequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.