Atualização de GPS deve estar disponível em 10 dias

Atualização de GPS deve estar disponível em 10 dias

Usuários, porém, terão de esperar até alguns meses para poder visualizar as novas pistas em seus Aparelhos

Paulo Sampaio, O Estadao de S.Paulo

01 Abril 2010 | 00h00

Estima-se que em cerca de dez dias os mapas atualizados com a terceira pista da Marginal do Tietê e o Rodoanel estarão disponíveis para os fabricantes dos aparelhos de GPS comercializados no Brasil. A informação é das fornecedoras de mapas, das quais os fabricantes dependem para atualizar seus sistemas.

O prazo de disponibilidade dos novos mapas para o usuário do GPS pode ser bem maior, porque cada fabricante tem a sua política de atualização. "Algumas não oferecem a possibilidade de download com as novas informações, então precisam desovar o estoque de aparelhos que está nas prateleiras dos supermercados para depois vender os atualizados", diz Felipe Seabra, da Digibase, responsável pelo licenciamento da Teleatlas no Brasil, que fornece GPS para algumas das maiores empresas do mundo, como a Airis, a Mio e a Tomtom. As três oferecem download.

A possibilidade de download nem sempre é sinônimo de acesso rápido à nova informação. A Mio, por exemplo, estima que só vai ter o mapa atualizado e disponível para download daqui a seis meses. Dependendo da empresa, o download pode custar entre R$ 100 e R$ 300.

A Tomtom oferece um aplicativo chamado Home, que funciona como um portal para que os usuários possam atualizar automaticamente seu software, no computador.

Líder de mercado nos EUA, a Garmin aguarda que sua fornecedora no Brasil, a Multispectral, disponibilize o mapa com as atualizações. Isso deve ocorrer em um prazo de 15 dias. O download poderá ser efetuado imediatamente.

A atualização dos mapas é produzida por aerolevantamento (satélite ou avião) ou de carro, com o auxílio de um GPS de alta precisão que faz o registro minucioso do trecho percorrido.

As fornecedoras de mapas explicam que obtêm informações de novas ruas, sentidos e hierarquias (vias menores, principais, rodovias) pelos Correios, ou com as observações dos próprios usuários. Wagner Pacífico, gerente de Marketing da Multispectral, diz que mantém aparelhos de GPS em carros de 10 taxistas que passam informações diárias de novos itinerários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.