Assalto na Rua Oscar Freire termina com tiroteio em ruas dos Jardins

Não há registro de feridos e os bandidos conseguiram escapar; perícia, que demorou sete horas para chegar no local, apreendeu chave de fen

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

14 Abril 2014 | 19h44

Atualizada às 21h16

SÃO PAULO - Uma tentativa de assalto a duas lojas na Rua Oscar Freire, nos Jardins, zona sul de São Paulo, terminou em perseguição policial com troca de tiros por diversas ruas da região, área nobre da cidade, nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, 14. Ninguém ficou ferido e os bandidos conseguiram escapar.

A ação começou às 4 horas, quando um segurança da rua, que passava por ali de carro, viu dois homens tentando arrombar uma loja de material esportivo. O segurança pediu ajuda a policiais que estavam na Rua Bela Cintra.

Os PMs chegaram no momento em que outros dois homens saíam de uma loja de roupas infantis que já havia sido arrombada. Eles caminhavam em direção aos outros suspeitos. O grupo atirou contra os policiais e correu para um Gol prata estacionado na frente das lojas. Os policiais tentaram revidar. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, um deles caminhou em direção ao motorista do Gol e chegou a bater com a arma no vidro do carro. Terminou por ferir as duas mãos com estilhaços de vidro enquanto o carro saía em velocidade.

Os policiais então passaram a perseguir o veículo. Segundo o boletim de ocorrência do caso, cada policial deu cerca de cinco tiros contra o Gol dos suspeitos, que revidaram ao menos três vezes, entre as Ruas Augusta e Estados Unidos. Ao chegar à Rua Curitiba, no entanto, os PMs perderam o controle da viatura, que derrapou. Então, os criminosos escaparam.

A perícia, que demorou sete horas, apreendeu uma chave de fenda que teria sido usada para arrombar as lojas. A Polícia Civil deve requisitar imagens de câmeras de segurança de lojas da região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.