Árvores do Ibirapuera valem R$ 310 milhões

Estimativa é feita com base nas características físicas das plantas; a mais valiosa de todas, um cedro rosa de 18 metros de altura, custaria R$ 21.478,24

Vitor Hugo Brandalise, O Estado de S.Paulo

19 Abril 2010 | 00h00

Um aspecto inusitado do inédito censo arbóreo do Parque do Ibirapuera é que agora se pode atribuir valor a cada árvore, utilizando como base suas características físicas. Sabe-se, assim, que um autêntico cedro rosa de 18 metros de altura, bem fornido de copa, com caule sadio, folhas "abundantes" e estado geral "vigoroso" vale exatos R$ 21.478,24. Trata-se da árvore mais valiosa, entre todas as 15.026 existentes no parque.

Enraizada firmemente logo após a segunda curva da pista de cooper, próximo ao Portão 6, a árvore mais valiosa do Ibirapuera atende pelo número 641 na plaqueta metálica pendurada em seu caule e chamou a atenção dos pesquisadores por não apresentar nenhum ataque aparente de insetos, doença ou injúria mecânica. Também dispensa qualquer necessidade de manutenção e, principalmente, tem perfeita "arquitetura característica" de sua espécie - seu caule é levemente tortuoso, com copa alta, que se abre em forma de flor.

"O que se pode dizer é que é raro num ambiente de grande competição entre tantas espécies diferentes um exemplar se desenvolver de forma tão pura", avaliou o coordenador do censo arbóreo, Demóstenes Ferreira da Silva. "Mas é claro que esse não é um valor de mercado. A valoração da massa arbórea do parque serve para ficar mais claro, para falar também ao bolso, o quanto é importante cuidar desses exemplares", disse Silva.

No ranking das cinco árvores mais valiosas do parque, estão também um ipê amarelo de R$ 17.050,72, um jequitibá rosa de R$ 17.471,74 e dois eucaliptos de R$ 20.521,80 e R$ 17.675,98 - esses últimos plantados, talvez, quando o Ibirapuera era apenas uma chácara de solo alagadiço em 1927, cerca de 30 anos antes da inauguração do parque.

Hoje, sabe-se que as árvores do parque, de 366 espécies diferentes, valem somadas R$ 310 milhões. "E isso porque não levamos em consideração a frequência das árvores, se não haveria espécies que ocorrem somente uma vez no parque, por exemplo, e que valeriam sozinhas mais de R$ 1 milhão", contou o pesquisador. "Sem levar em conta essa frequência, o cálculo fica mais verossímil."

Sentada num banco da pista de cooper, a fotógrafa Érika Begarskas, de 24 anos, surpreendeu-se ao saber da importância da árvore perto dela, que pouco parecia diferente das que a rodeavam. "Mas, observando bem, as duas árvores próximas dela parecem ir em sua direção, parece especial", definiu. "Me dá a sensação de paz, de união."

Para destacar as árvores mais valiosas, a administração do parque pretende colocar placas indicativas, com espécie, características e valor estimado das árvores. Servirá, segundo a administração do Ibirapuera, para estimular a consciência ambiental dos visitantes.

OUTROS EXEMPLARES BEM AVALIADOS

Eucalipto Eucalyptus sp

São típicos da Oceania, mas se espalharam pelo mundo graças à indústria de celulose.

Valor: R$ 20.521,80

Localização: Pista de cooper

Eucalipto

Eucalyptus sp

Valor: R$ 17.675,98

Localização: Pista de cooper

Jequitibá Rosa

Cariniana legalis

A espécie é símbolo do Estado de São Paulo. Pode chegar

a 50 metros de altura.

Valor: R$ 17.471,74

Localização: Jardim dos cegos

Ipê Amarelo

Tabebuia ochracea

O ipê amarelo é uma das árvores mais emblemáticas do País. Costuma florescer no inverno.

Valor: R$ 17.050,72

Localização: Pista de cooper

Ipê Amarelo

Tabebuia ochracea

Valor: R$ 16.748,32

Localização: Pista de cooper

Guatambu Amarelo

Aspidosperma ramiflorum

A ocorrência do guatambu

amarelo é bem específica, e se restringe ao Sudeste, ao Paraná e ao norte de Santa Catarina.

R$ 16.673,10

Localização: Praça da Paz

Cedro Rosa

Cedrela fissilis

O cedro rosa tem uma das

madeiras mais apreciadas no comércio, pela versatilidade

no uso e por ter coloração

similar ao mogno.

Valor: R$ 16.232,76

Localização: Casa da Leitura

Ipê Amarelo

Tabebuia ochracea

Valor: R$ 14.573,84

Localização: Pista de cooper

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.