Artista plástica é morta após reagir a roubo no Brooklin

Vítima foi socorrida ao hospital Santa Paula, mas não resistiu aos ferimentos

estadão.com.br,

05 Dezembro 2011 | 14h05

SÃO PAULO - Uma artista plástica morreu baleada na noite de domingo, 4, após reagir a um roubo na rua Guaraiúva, no Brooklin, zona sul de São Paulo. O roubo aconteceu por volta das 23h30 e ninguém foi preso.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram uma mulher ferida por um tiro e seu veículo estacionado. Norma Lúcia Costa Henriques, de 62 anos, foi socorrida ao hospital Santa Paula, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Norma chegava de carro em sua casa quando estacionou o veículo para abrir o portão. Nesse momento, foi abordada por um homem armado, que desceu do banco do passageiro de um outro veículo. Ele roubou um objeto e voltou ao veículo. Porém, a artista plástica o teria seguido, o que motivou o disparo.

A ocorrência foi registrada no 27º DP (Ibirapuera) e será encaminhado ao 96º DP (Monções), onde o caso será investigado.

Mais conteúdo sobre:
artista plástica vítima assalto brooklin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.