Após manter reféns por 3 horas, rebelião na Fundação Casa é contida

Internos começaram o motim na noite dessa sexta-feira na zona leste de São Paulo; corregedoria vai investigar ocorrência

01 Junho 2013 | 11h41

Após dois funcionários serem mantidos como reféns por três horas, uma rebelião na Fundação Casa, na unidade Fazenda do Carmo, na zona leste de São Paulo, terminou na noite dessa sexta-feira, 31. O tumulto começou com uma tentativa de fuga frustrada, por volta das 17h.  

Dois funcionários ficaram feridos e levados para um hospital da região, mas passam bem, segundo a assessoria do centro socioeducativo.

O motim foi contido depois de uma negociação feita pela superitendência de segurança do órgão. Segundo a assessoria da entidade, não foram feitas reinvidações pelos internos. A corregedoria irá agora investigar o caso, e uma comissão de avaliação disciplinar vai julgar os jovens envolvidos. Na unidade, estão internados 63 adolescentes.

A Fundação Casa diz que não houve reforço na segurança depois do incidente. O local está passando por uma limpeza neste sábado, 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.