Após dez anos, registros voltam a subir em SP

PARA LEMBRAR

, O Estado de S.Paulo

13 Abril 2010 | 00h00

O Estado revelou ontem que o número de homicídios na capital paulista voltou a aumentar depois de uma década de queda ininterrupta. Nos primeiros três meses deste ano, foram 353 assassinatos, ou 12,7 casos por 100 mil habitantes. No mesmo período do ano passado, foram 315 ocorrências, o que significa um crescimento de 12% em 2010.

Segundo os dados registrados Infocrim, sistema eletrônico de informação da Secretaria de Segurança Pública, a alta nos homicídios ocorreu nas oito delegacias seccionais da cidade. Só na zona norte, por exemplo, a média mensal de assassinatos no primeiro trimestre deste ano foi 18% maior do que o registrado no mesmo período de 2009.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.