Após caso na São Luís, crânio é achado na frente de condomínio na Avenida Paulista

Envolvido em papel celofane vermelho, um crânio humano foi encontrado na manhã de ontem na frente de um condomínio da Avenida Paulista, altura do número 1.750, na região central de São Paulo. Segundo testemunhas, uma mulher vestindo saia longa e blusa branca o deixou ali. O caso, registrado como vilipêndio a cadáver, será investigado pelo 78.º DP (Jardins).

O Estado de S.Paulo

02 Março 2013 | 02h05

Caso semelhante ocorreu no dia 20, quando outro crânio foi abandonado na Avenida São Luís, perto do Edifício Copan.

"É uma peça bem antiga", disse o delegado titular do 3.º DP (Campos Elísios), Antonio Luis Tuckumantel. "Estamos vendo se há registro de violação de sepultura, por exemplo, para resolver esse mistério."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.