Assine o Estadão
assine

São Paulo

violência doméstica

Após bloco de carnaval, cabeleireiro é preso por bater em mulher

Agressor e vítima são namorados, segundo a Secretaria de Segurança; homem bateu cabeça da jovem contra a parede

0

O Estado de S. Paulo

09 Fevereiro 2016 | 10h52

SÃO PAULO - Um cabeleireiro de 30 anos foi preso na noite desse domingo, 7, após agredir uma jovem após a passagem de bloco de carnaval na Rua da Consolação, no centro de São Paulo. O homem foi contido por testemunhas até a chegada da polícia.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, os dois são namorados, se perderam durante a festa e haviam combinado de se encontrar na Rua da Consolação. Após ele ter visto a vítima, de 24 anos, começou a briga. 

O homem, conforme registrou o boletim de ocorrência, deu socos e chegou a bater com a cabeça da vítima contra a parede. Com hematomas no rosto e possível fratura no nariz, ela foi levada ao pronto-socorro. 

A ocorrência foi registrada no 78.º DP (Jardins) como lesão corporal e violência doméstica. A fiança para a soltura do cabeleireiro foi fixada em R$ 900, mas até a tarde dessa segunda-feira, 8, ele ainda não havia pago o valor. O agressor foi transferido para a carceragem do 2.º DP (Bom Retiro). 

 

Comentários