1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Após 52 dias seguidos de alta, nível do Cantareira fica estável

- Atualizado: 24 Janeiro 2016 | 14h 06

O índice total do manancial, que inclui as duas cotas de volume morto, permaneceu em 42,8%

SÃO PAULO - Após 52 dias seguidos de alta em seu nível de armazenamento, os reservatórios do Sistema Cantareira mantiveram-se estáveis neste domingo, 24, segundo relatório da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O índice total do manancial, que inclui as duas cotas de volume morto, permaneceu em 42,8%, mesmo porcentual de sábado, 23. A última vez que o Cantareira registrou queda foi em 22 de outubro.

Pelo índice que deixa de fora o volume morto, o sistema teve alta de 0,1 ponto porcentual, chegando a 13,6%. Pelo terceiro índice, o nível manteve-se em 33,1%. Não houve nenhum registro de chuva no manancial nas últimas 24 horas.

Outros mananciais. Sistema responsável por atender o maior número de pessoas na região metropolitana de São Paulo, o Guarapiranga voltou a registrar queda neste domingo, passando de 85,8% para 85,5% de sua capacidade. O Sistema Rio Grande também teve perda de 0,3 ponto porcentual e opera com 92,2%.

O manancial Rio Claro teve alta de 0,2 ponto, atingindo 81,2% de sua capacidade e os Sistemas Alto Tietê e Alto Cotia mantiveram-se estáveis em 28,9% (já considerado um volume morto acrescentado ao cálculo no final de 2014) e 99,3%, respectivamente.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX