Antecessor está preso

Djalma Beltrami substituiu o tenente-coronel Claudio Luiz Silva de Oliveira no comando do 7.º Batalhão da PM de São Gonçalo, região metropolitana do Rio, preso em setembro e indiciado sob a acusação de ser o mandante da execução da juíza Patrícia Acioli, assassinada em agosto.

O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2011 | 03h04

Mais dez policiais militares são suspeitos de envolvimento no crime. Em depoimento à Justiça, Oliveira negou a acusação. O julgamento do caso começou em novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.