Assine o Estadão
assine

São Paulo

Carnaval

Alunos desfilam em bloco contra mudança na rede estadual

Marchinha criticou projeto que previa o fechamento de 93 colégios e as condições da educação pública em São Paulo

0

Victor Vieira,
O Estado de S. Paulo

02 Fevereiro 2016 | 22h33

SÃO PAULO - Depois da Operação Lava Jato e o mosquito Aedes aegypti, outro tema do noticiário virou marchinha deste carnaval: a reorganização escolar da rede paulista. Na tarde desta terça-feira, 2, dezenas de foliões desfilaram na Bela Vista, na região central, em um bloco organizado pela União Municipal dos Estudantes Secundaristas (Umes), que desfila há 23 anos. 

Batizada de "Do Pesadelo a um novo dia", a marchinha critica o projeto de reformar a rede de ensino, que previa o fechamento de 93 colégios estaduais, e as condições da educação pública. No auge da mobilização contra o projeto no fim do ano passado, os estudantes chegaram a tomar 196 escolas. "Construíram a resistência/E pudemos virar/Ocupação!", diz a música. A mudança da rede foi adiada pelo governo do Estado após a pressão dos alunos. 

A marchinha também ironizou a atuação da Polícia Militar, considerada violenta pelos alunos, durante as manifestações contra o projeto. Além de samba, a folia dos estudantes na região central teve rodas de capoeira e shows. 

Comentários