1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Alunos desfilam em bloco contra mudança na rede estadual

- Atualizado: 02 Fevereiro 2016 | 22h 35

Marchinha criticou projeto que previa o fechamento de 93 colégios e as condições da educação pública em São Paulo

Folia dos estudantes na região central teve rodas de capoeira e shows 

Folia dos estudantes na região central teve rodas de capoeira e shows 

SÃO PAULO - Depois da Operação Lava Jato e o mosquito Aedes aegypti, outro tema do noticiário virou marchinha deste carnaval: a reorganização escolar da rede paulista. Na tarde desta terça-feira, 2, dezenas de foliões desfilaram na Bela Vista, na região central, em um bloco organizado pela União Municipal dos Estudantes Secundaristas (Umes), que desfila há 23 anos. 

Batizada de "Do Pesadelo a um novo dia", a marchinha critica o projeto de reformar a rede de ensino, que previa o fechamento de 93 colégios estaduais, e as condições da educação pública. No auge da mobilização contra o projeto no fim do ano passado, os estudantes chegaram a tomar 196 escolas. "Construíram a resistência/E pudemos virar/Ocupação!", diz a música. A mudança da rede foi adiada pelo governo do Estado após a pressão dos alunos. 

A marchinha também ironizou a atuação da Polícia Militar, considerada violenta pelos alunos, durante as manifestações contra o projeto. Além de samba, a folia dos estudantes na região central teve rodas de capoeira e shows. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX