1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alckmin anuncia ampliação de sistema para monitoramento de crimes em SP

Rafael Italiani - O Estado de S. Paulo

16 Abril 2014 | 14h 11

Com Detecta, polícia terá acesso a 500 câmeras com transmissão ao vivo para localizar criminosos por meio de tablets nas viaturas

SÃO PAULO - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou na manhã desta quarta-feira, 16, a ampliação do sistema Detecta, para monitoramento de crimes, com câmeras e alarmes em tempo real. A polícia, por meio dos tablets das viaturas, terá acesso a 500 câmeras com transmissão ao vivo para localizar criminosos. Também será possível acessar o banco de dados de órgãos como o Detran para identificar veículos suspeitos mesmo que os policiais não tenham todas as letras e números das placas dos carros.

"Assinamos hoje com a Prodesp e a Microsoft. É a primeira vez que sai dos Estados Unidos esse modelo", disse Alckmin. Ainda de acordo com o governador, a tecnologia deve estar em funcionamento entre 90 e 120 dias. "É um software extremamente inteligente no sentido de fazer a integração de dados."

Para Fernando Grella Vieira, secretário de Estado de Segurança Pública, o modelo é "uma ferramenta indispensável para avançar na segurança pública". Segundo Grella, hoje os bancos de dados não estão integrados. O sistema foi desenvolvido em parceria com a polícia de Nova Iorque. O governo do Estado também espera que a iniciativa privada integre os seus sistemas de monitoramento ao Detecta.

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Julio Semeghini, afirmou que o sistema também vai utilizar mil câmeras de monitoramento da Prefeitura de São Paulo.