1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Águia de Ouro leva para a avenida homenagem a Dorival Caymmi

Marina Azaredo - O Estado de S. Paulo

26 Fevereiro 2014 | 22h 39

No enredo, surgirão elementos representando Iemanjá, sereias, religiosidade, candomblé e a ida de Caymmi para o Rio

Depois de abandonar um enredo que contaria a história de Fernando Meirelles com o cinema já no meio dos preparativos para o Carnaval, a Águia de Ouro aposta em uma homenagem a Dorival Caymmi para vencer a disputa deste ano. "O presidente preferiu voltar para a linha do homenageado. Vamos cantar as inspirações de Caymmi na velha Bahia", promete o carnavalesco Delmo de Moraes.

Ele garante que não haverá nada da Bahia moderna no desfile. "Não vai ter Olodum, Ivete, nada disso." No enredo, surgirão elementos representando Iemanjá, sereias, religiosidade, candomblé e a ida de Caymmi para o Rio. A Águia de Ouro é a quinta escola a desfilar no sábado, 1, no sambódromo do Anhembi, em São Paulo.

Raio-x da escola:

Enredo: A velha Bahia apresenta o centenário do poeta cancioneiro Dorival Caymmi

Componentes: 3 mil pessoas

Maior alegoria: abre-alas, com 30 metros de comprimento e 14 metros de altura

Cores: azul e branco

Fique de olho: o desfile virá com uma escultura de 14 metros de Dorival Caymmi