Agredido e enterrado vivo, cão será adotado

Um pitbull que foi espancado e enterrado vivo em Sorocaba tem mais de 20 pretendentes à adoção. A veterinária Carolina Gutierres Pellizer espera o cão se recuperar para entregá-lo ao novo lar. O cachorro, que vivia na rua, foi espancado por jovens no sábado. Moradores acharam que ele estivesse morto e o enterraram. Quatro horas depois o cão saiu da vala. A recuperação foi tão rápida que ele passou a ser chamado de Highlander. O drama do animal foi parar nas redes sociais. A polícia procura os agressores.

O Estado de S.Paulo

13 Março 2013 | 10h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.