Advogada reage a assalto e fuga termina em acidente em SP

Senhora negou-se a sair de carro ao perceber que rapaz não portava arma; policiais estavam próximo ao local

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

24 Novembro 2009 | 07h32

Um advogada, de 59 anos, reagiu a um assalto e entrou em confronto com o bandido na madrugada desta terça-feira, 24, ao ser abordada na porta de sua casa, na altura do nº 9.400 da Avenida Sapopemba, zona leste de São Paulo.

 

Ao perceber que o rapaz, que levava a mão direita mão sobre a blusa, não portava arma alguma, a advogada negou-se a sair de seu Ford EcoSport preto e entrou em luta corporal com o criminoso, sendo arrancada à força do veículo. Na fuga, o assaltante passou ao lado de uma viatura que estava em frente a uma residência. Os policiais atendiam a uma ocorrência de agressão em família quando viram o veículo em alta velocidade.

 

No mesmo instante, o Centro de Operações da PM alertava as viaturas da região sobre o roubo de um Ford EcoSport. Os PMs, pertencentes à 3ª Companhia do 19º Batalhão, então começaram a perseguição, que terminou dois minutos depois na altura do nº 498 da Avenida Custódio de Sá e Faria, no Jardim Elba, onde o suspeito bateu o veículo contra uma árvore e um poste. Sem documento, o rapaz foi levado para o 70º Distrito Policial, do Sapopemba, e autuado em flagrante. A advogada saiu ilesa.

Mais conteúdo sobre:
assalto advogada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.