Facebook
Facebook

3 morrem em 2 acidentes provocados por motoristas embriagados

Em Pradópolis, casal em moto foi atingido por veículo que trafegava na contramão; em Marília, vítima foi uma criança de 10 anos

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

12 Março 2018 | 21h35

SOROCABA - Dois motoristas foram presos por embriaguez nesta segunda-feira, 12, após terem provocado acidentes com mortes no último fim de semana, no interior de São Paulo. Na noite de domingo, 11, dirigindo um carro na contramão, o autônomo Jailson Pereira da Silva, de 31 anos, atingiu uma motocicleta e causou a morte do piloto Vinicius Ferreira, de 24, e da passageira Drielle Ferreira Ribeiro, de 29, que estava na garupa. O acidente aconteceu na Rodovia Deputado Cunha Bueno (SP-253), em Pradópolis

+++ Capotamento deixa um morto e dois feridos na zona sul de SP

As duas vítimas tinham participado de um encontro de motociclistas e voltavam para casa. O teste do bafômetro apontou 0,97 miligrama de álcool por litro de ar expelido, e o condutor foi detido. Um vídeo feito por outros motociclistas mostrou o motorista visivelmente embriagado, com dificuldade para falar.

+++ Uma pessoa morre e ao menos 26 ficam feridas em acidente em Embu-Guaçu

Nesta segunda, a Justiça decretou a prisão preventiva de Silva por homicídio doloso - quando há intenção de matar - e embriaguez ao volante. Os corpos das vítimas foram enterrados em Ribeirão Preto. 

+++ Capotamento na zona leste de SP deixa um morto

Marília

Em Marília, o motorista Euclides Lopes Filho foi preso nesta segunda-feira por embriaguez ao volante, após causar um acidente que matou uma criança de 10 anos, na noite de domingo, na Rodovia do Contorno. A carreta que ele dirigia atingiu um barranco e ficou atravessada sobre a pista. Um carro e um ônibus não conseguiram frear e se envolveram no acidente - o automóvel foi prensado pelo coletivo na carroceria. Outras três pessoas ficaram feridas.

O exame apontou 0,21 miligrama de álcool por litro de ar. A Polícia Civil fixou fiança de R$ 10 mil, que não foi paga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.