Saúde pública em Itanhaem

Luciana Magalhães

24 Junho 2013 | 10h00

“Atendimento confuso e demorado no Hospital Brigadeiro”, informa leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor: Tenho um pequeno problema nas pálpebras (ptose) e fui encaminhado ao Hospital Brigadeiro pela AME de Praia Grande no dia 6/6. O atendimento é confuso e tumultuado no 1º andar. Há tantos funcionários circulando no local, que presenciei o extravio do prontuário médico de um paciente. Ele só foi localizado após o paciente gritar que estava agendado para as 10 horas e até as 16 horas não tinha sido atendido. Sobre o meu caso os médicos pediram para que eu retornasse em agosto/13 para agendar avaliação de um cardiologista e um anestesista – avaliação que será  agendada para janeiro/14.  Acho interessante o hospital tomar algumas providências como em relação ao treinamento dos funcionários. Sugiro também que o hospital copie o sistema da AME Praia Grande. Lá os profissionais atendem com rapidez e precisão.  Peço uma resposta, mas que não seja evasiva e com frases prontas. Benedito Cesar Figueiredo / Itanhaem

Resposta: O Hospital de Transplantes Euryclides de Jesus Zerbini informa que  como no 1º andar há o balcão de agendamento de consultas, é necessário diante desta estrutura um grande fluxo de funcionários no local. O hospital está avaliando uma nova proposta de funcionamento. Já sobre os exames e consultas é necessário que as avaliações médicas sejam feitas pessoalmente, observando que cada pedido tem especificações médicas individualizadas.  A Coordenação Administrativa do Ambulatório informa que contatou o paciente para prestar esclarecimentos e já agendou exames de avaliação clínica para novembro.

Réplica do leitor: O hospital diz na resposta que o fluxo de funcionários é normal para a movimentação de prontuários, mas o que observei é que a grande maioria deles não portam papeis ou quaisquer outros objetos. Até os seguranças entram na recepção e manipulam os envelopes.  Sei que a estrutura das AMEs é menor, e sim sugiro aproveitar o modelo e adaptar para uma estrutura maior.