Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Brasil

Brasil » Leitora reclama de serviço da Oi

Brasil

Brasil

TELEFONIA

Leitora reclama de serviço da Oi

Segundo Cláudia Brandão da Silva, operadora desconta valores de serviços que ela desconhece, além de fazer cobranças indevidas

0

Renata Okumura

15 Março 2017 | 05h00

A leitora Cláudia Brandão da Silva é titular de uma linha da operadora Oi desde 2011. Mensalmente, ela recarrega R$ 50,00 e recebe o bônus de R$2.500. Porém, agora a telefonia está descontando valores de serviços que ela desconhece. Antes do ocorrido, a leitora recomendou o serviço à sua mãe. Segundo ela, as cobranças indevidas também ocorrem.

Em resposta ao Estado, a Oi informa que foram realizados os ajustes nas contas.

Loja da Oi (Foto: Google Maps)

Loja da Oi (Foto: Google Maps)

Reclamação de Cláudia Brandão da Silva: “Sou titular de uma linha de celular da Oi e estou profundamente decepcionada com os serviços. Mensalmente, eu recarrego R$ 50,00 e recebo de bônus R$ 2.500,00. Tendo em vista os bons serviços, até então, prestados pela operadora, convenci a minha mãe a migrar para a OI. Porém, tenho recebido mensagens informando que estão sendo descontados valores de serviços que eu desconheço. Minha mãe, por sua vez, contratou um pacote que é descontado do seu cartão de crédito todo dia 15, o valor de R$ 49,90, e com ela está acontecendo a mesma coisa, ou seja, o valor debitado no dia 15 de fevereiro desapareceu. Os créditos estão desaparecendo misteriosamente, como num passe de mágica. Por essa razão, fomos à loja da Oi do Shopping Plaza Sul e fomos muito mal atendidas. Quero uma solução para o meu caso e para o da minha mãe”.

Resposta da Oi: A Oi informa que entrou em contato com a senhora Cláudia para prestar os devidos esclarecimentos e ajustes nas contas.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentarios