Como quitar as dívidas e sair do vermelho

Luciana Magalhães

21 Junho 2013 | 15h35

 É preciso organização, orienta Fábio

Por Luciana Magalhães

 

1) Quais são os primeiros passos?

O primeiro passo é  relacionar todas as contas básicas como a de luz, água, telefone, aluguel, condomínio e cartões de compras. Essas  são as contas de bens essenciais e básicos. Em outro bloco liste todas as dividas como empréstimos, cartões, cheque especial e demais dívidas pessoais.

2) Ao identificar os meus gastos e ganhos, o que devo fazer?

Liste todas as fontes de renda e de quanto é o limite para o pagamento mensal dos custos. Garanta o pagamento das contas básicas e priorize o pagamento das contas atrasadas ou de menor custo, para evitar onerar seu dinheiro. Durante esse período evite compras à prazo ou fazer novas dívidas.

 3) E se eu não tiver recursos para saldar a dívida?

O ideal é buscar um  empréstimo com a menor taxa de juros possível que seja capaz de quitar todas as dívidas em atraso. Com isso você poderá negociar essas dividas com um bom desconto e manter um único empréstimo, buscando sempre priorizar o pagamento antecipado desta pendência.

 

Fonte: Fábio Lopes Soares, advogado e professor de Direito e Relações de Consumo da FGV Direito RIO.

*Versão ampliada do texto originalmente publicado na versão impressa de O Estado de S. Paulo, em 17/6.