Chuva deixa passageiros ilhados em terminal de ônibus no centro de SP

Chuva deixa passageiros ilhados em terminal de ônibus no centro de SP

Leitor relata que é impossível transitar no Terminal Bandeira em dias de temporal

Renata Okumura

18 Abril 2017 | 05h00

Na noite de 6 de abril, Fábio Araújo estava se deslocando de Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, para o Terminal Bandeira, no centro da cidade. Porém, com a chuva, demorou mais de uma hora para conseguir acessar o terminal. Ele acrescenta que este problema é recorrente mesmo quando não chove muito.

Em resposta ao Estado, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo (SPUrbanuss) esclarece que o Terminal Bandeira, um dos grandes terminais urbanos da cidade de São Paulo, está situado na confluência de dois córregos que desembocam no córrego Anhangabaú e que passam sob duas avenidas: o Saracura, na 9 de Julho, e o Itororó, na 23 de Maio.

(Foto: Leitor)

(Foto: Leitor)

Reclamação de Fábio Araújo: “Na noite de 6 de abril, estava chovendo muito, e era impossível desembarcar no Terminal Bandeira, no centro da cidade. E isso ocorre toda vez que chove. O que é possível fazer para amenizar a situação? Porque sempre que chove, os passageiros ficam ilhados no terminal. A água entrou até dentro dos ônibus. E essa situação é observada mesmo quando não chove muito. Eu trabalho na zona sul e moro na zona leste.”


Resposta do SPUrbanuss: “Essa região sofre com os alagamentos, principalmente em épocas de chuvas fortes, como a que ocorreu em 6 de abril de 2017. Além dos córregos cheios no subsolo, essa é uma região baixa e impermeável, sendo que o volume de água acumulado no local é muito grande, afetando o terminal e, inclusive, o túnel do Anhangabaú. A Prefeitura de São Paulo, periodicamente, efetua a limpeza nos coletores de águas pluviais, para retirar o lixo acumulado após as enxurradas. No Terminal Bandeira, foi executada mureta de contenção no entorno do prédio da bilheteria e acessos e instaladas comportas, que são ativadas de acordo com o volume de água e duração das chuvas.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Mais conteúdo sobre:

São Paulochuva