Após reformulação, número de usuários do Bike Sampa aumenta em 30%

Após reformulação, número de usuários do Bike Sampa aumenta em 30%

Desde do dia 30 de janeiro o principal sistema de empréstimo de bicicletas da cidade conta com novas bikes e estações.

Alex Gomes

27 Março 2018 | 09h07

O Bike Sampa, principal sistema de compartilhamento de bicicletas de São Paulo, teve um aumento de aproximadamente 30% na quantidade de usuários nos primeiros 30 dias de implantação.

 

Além disso, o número médio de viagens realizadas por dia com as bicicletas foi praticamente triplicado.

Conforme dados da nova operadora do sistema, a empresa tembici, nos primeiros trinta dias após a reformulação do sistema  8.255 pessoas se cadastraram. Entre novembro de 2017 e janeiro de 2018, ou seja, os meses anteriores à renovação, o número máximo de novos inscritos mensais chegava a 2.700 usuários.

+++Conheça os grupos de pedal de São Paulo

+++Confira imagens da cidade sob a ótica do ciclista

A quantidade de viagens por dia realizadas com as bicicletas também aumentou. Agora a média é de 2,78 viagens por dia, antes era apenas uma. O total de viagens realizadas no novo sistema no primeiro mês foi de 23.082 viagens

Desde o dia 30 de janeiro o Bike Sampa, sistema patrocinado pelo banco Itaú, foi reformulado e conta com novas estações de retiradas de bicicletas e novas bikes com tecnologia desenvolvida pela empresa canadense PSBC. Entretanto, enquanto o sistema antigo contava com 247 estações distribuídas no centro expandido e partes da zona leste e zona sul com média de 700 bicicletas no total, o atual possui 25 estações com 250 bicicletas, concentradas na zona oeste, nos bairros de Pinheiros, Itaim Bibi e Vila. Olímpia. A promessa da operadora responsável, a tembici, é de que até o final do semestre sejam inauguradas 260 estações com 2.600 bicicletas. Os locais previstos não foram divulgados.

Além do Bike Sampa, São Paulo conta com o CicloSampa, patrocinado pela Bradesco Seguros. Inaugurado em 2013, conta com 149 bicicletas distribuídas em 18 estações, além de empréstimo gratuito de bicicletas aos domingos e feriados na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista.

+++Vídeo rebate críticas às ciclovias de São Paulo

+++Confira aqui os outros posts do blog