Paraisópolis nos videogames

Estadão

15 Junho 2009 | 16h19

Reprodução

Será possível comer sanduíche de mortadela no Mercadão, vencer o empurra-empurra e fazer compras na 25 de Março, dirigir em alta velocidade na Marginal Tietê e assistir a um jogo do Corinthians no Pacaembu.

Tudo bem, não será tão real assim (até porque dirigir a mais de 30 km/h na Marginal Tietê é realmente impossível), mas São Paulo irá virar cenário para uma das franquias de videogame mais conhecidas da atualidade. No terceiro capítulo da série Max Payne, jogo que será lançado no fim do ano para Playstation 3, Xbox 360 e PCs, o protagonista terá de enfrentar seus inimigos na capital paulista.

Reprodução

Pelas imagens divulgadas até agora, Paraisópolis (ou seria Heliópolis?) deverá ser pano de fundo de algumas fases. Os produtores do game prometem no entanto usar outros bairros e pontos turísticos de São Paulo durante Max Payne 3 – os programadores do jogo inclusive vieram para a cidade para estudar cenário, digitalizar locações e fotografar autênticos paulistanos.

Reprodução

Iria ser realmente genial se o protagonista tivesse que consumir “dois pastel e um chopps” para recuperar a barra de energia.