Com tarifa congelada, nº de passageiros nos ônibus sobe pela 1ª vez em 4 anos
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com tarifa congelada, nº de passageiros nos ônibus sobe pela 1ª vez em 4 anos

Crescimento é de 3 milhões de viagens, ou 1,5%; gasto com ônibus no primeiro bimestre fica em R$ 407 milhões

Bruno Ribeiro e Fabio Leite

02 Março 2017 | 07h00

largo da batata 5797849 rafael arbex

Ponto de ônibus no Largo da Batata. Foto: Rafael Arbex/Estadão

Pela primeira vez desde 2013, o mês de janeiro deixou de registrar queda no número de passageiros transportados pelos ônibus municipais da capital. A interrupção nas quedas ocorre em meio ao congelamento do preço da tarifa de ônibus, mantida a R$ 3,80 neste ano.

A elevação é pequena, de 1,5%. Em janeiro deste ano, segundo dados da SPTrans, foram feitas 210 milhões de viagens nos coletivos da cidade. Em janeiro de 2016, foram 207 milhões.

arte ônibus


O congelamento da tarifa — que, descontada a inflação, na prática torna a tarifa mais barata — vem resultando em gastos inéditos com subsídios ao transporte público. Até o dia 1º de março, a Prefeitura já havia desembolsado R$ 407,7 milhões em subsídio para as empresas. Fora isso, até a mesma data, a empresa já tinha uma dívida acumulada de R$ 246 milhões com as empresas que operam o transporte público.

Questionada sobre as razões do aumento, a Prefeitura considerou que janeiro deste ano teve mais dias úteis do que em 2016 — foram 22 contra 20. Mas não fez mais comentários.