As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cabify ‘desbanca’ Uber e vira o 1º aplicativo de transporte legalizado em São Paulo

Empresa espanhola é a primeira a atender as exigências da Prefeitura e será regulamentada a partir desta quarta-feira

Fabio Leite

07 Junho 2016 | 14h38

Embora a Uber tenha sido o alvo de taxistas contrários à regulamentação dos aplicativos de transporte individual, a rival Cabify é a primeira empresa a atender as exigências da Prefeitura de São Paulo e passará a ser, a partir desta quarta-feira, 8, o primeiro app de caronas legalizado na cidade.

A regularização da empresa deve ser publicada no Diário Oficial da cidade de quarta-feira e prevê pagamento à Prefeitura de créditos de R$ 0,10 para cada quilômetro rodado. O pagamento é “pós-pago”: a empresa faz o pagamento depois de rodar.

SAO PAULO 10/05/2016 CIDADES UBER PROTESTO TAXISTAS Protesto dos taxistas em frente a prefeitura de São Paulo devido a assinatura do decreto autorizando a Uber NA FOTO TAXISTA CHUTAM E AMASSAM CARRO PRETO DURANTE PROTESTO FOTO ALEX SILVA/ESTADAO

Taxistas protestam contra regulamentação dos aplicativos. Foto: Alex Silva/Estadão

A Cabify iniciou sua operação na cidade nesta semana e deixou para trás a Uber, mais famosa das empresas do setor, cuja chegada à cidade em 2014 motivou disputa com taxistas e fez a gestão Fernando Haddad (PT) a criar uma nova legislação para regulamentar o setor.

Ao sair na frente, a Cabify já passa a usar esses créditos, que são limitados. As demais empresas que regularizarem sua situação terão de dividir os créditos com a companhia já legalizada. Duas empresas estão na fila. O principal entrave, até aqui,  é a compatibilização do API, um sistema que permite à Prefeitura acompanhar as corridas em tempo real, para fiscalizar os carros das empresas.