TRE barra Luxemburgo

Estadão

05 Abril 2010 | 12h40

Naufragou a tentativa do técnico Vanderlei Luxemburgo de entrar para a política. Pelo menos para esse ano. O atual treinador do Atlético Mineiro tentou estabelecer domicílio eleitoral na capital de Tocantins, Palmas. Mas o Tribunal Regional Eleitoral do Estado negou a transferência. Luxemburgo perdeu de goleada. Foram 5 votos contra um. Ele requereu sua inscrição como eleitor de Palmas em dezembro de 2008. Mas a juíza da 29ª Zona Eleitoral, Silvana Maria Parfieniuk, indeferiu o pedido porque Luxa não conseguiu comprovar residência há pelo menos três meses na cidade, conforme exigido pela legislação eleitoral.  O endereço apresentado era de um amigo, que também não residia no local Ele era cotado para ser candidato ao Senado.


Mais conteúdo sobre:

Luxemburgo