Reclamando menos

Estadão

26 Maio 2009 | 10h41

O paulistano está reclamando menos, por que será? Relatório da Ouvidoria Municipal, que está sendo divulgado hoje, mostra que no primeiro trimestre de 2009, os registros de reclamações e consultas feitas ao órgão público somaram 4.361 protocolos. No ano passado, no mesmo período, foram 4.885. Mas iluminação pública continua líder no ranking de deficiências de serviços da Prefeitura da capital. Foram 843 reclamações de janeiro a março, seguido por qualidade no atendimento ao munícipe, com 549. Na sequência estão mato alto em praças e ruas (337), saúde (295), buraco em ruas (265), educação e escolas (221). São sempre os mesmos problemas recorrentes. E as reclamações dos contribuintes também são recorrentes, mas não dão em nada. Esses serviços são criticadas ano-a-ano, e nada se faz para melhorar. Se se faz, há incompetência para achar uma solução.