Fever

Estadão

17 Abril 2009 | 13h46

Virou febre mesmo o Twitter. Depois de artistas e jornalistas, o técnico do Corinthians, Mano Menezes, abriu um. E até Edir Macedo, da Igreja Universal, aderiu à técnico de mídia para sua evangelização.