Eu sozinho

Estadão

06 Maio 2009 | 15h00

Incrível como o técnico do Palmeiras comemora vitórias e gols em cima da hora sozinho. Pula como um louco, para mostrar para as câmeras de televisão sua empolgação. Mas comemora sozinho, deixando de lado o restante da equipe e jogadores que realmente participam da peleja. Bote reparo.