Calote DER

Estadão

12 Novembro 2009 | 12h48

O Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo (SINICESP), que reúne empresas que fazem obras em estradas, informa que o governo estadual suspendeu os pagamentos dos serviços prestados há 90 dias. A divída chega a R$ 500 milhões. Os empreiteiros farão uma assembleia na segunda-feira para discutir a determinação do DER de suspender o recebimento de faturas de medição de obras e serviços. O fato de paralisar as obras de estradas vicinais em todo o Estado levará à demissão em massa de trabalhadores. O sindicato estuda medidas judiciais para cobrar a dívida.