BID vai financiar parte do Trecho Norte do Rodoanel

Estadão

21 Abril 2010 | 11h52

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vai financiar R$ 2 bilhões que serão investidos na construção do Trecho Norte do Rodoanel. A construção dos 44 quilômetros do ramal, que fechará o anel viário, é estimada em R$ 5,2 bilhões. A diferença de R$ 3,2 bilhões ainda não está definida de onde virá. Deverá contar também com verba federal.

O tramo norte vai ligar o final do Trecho Oeste, na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, ao Leste, passando pela Rodovia Presidente Dutra, em Arujá, e a Ayrton Senna. Também contará com 4 quilômetros de uma ligação com o Aeroporto Internacional de Guarulhos. A construção vai implicar passagens de túneis e pontes pela reserva ambiental da Serra da Cantareira. O Trecho Leste sequer começoua  ser construído. Previsão é de início de obras até o final do ano ou 2011.

A Secretaria Estadual dos Transportes prevê o início das obras do Norte em 2011, com conclusão em 2014, possivelmente antes da Copa do Mundo.

O projeto dos 171 quilômetros desse anel viário é de 1997. Na época, o custo estimado da pista completa era de R$ 2,8 bilhões. Hoje esse valor já subiu 500% e alcança R$ 16,8 bilhões.

Mais conteúdo sobre:

Trecho Norte; BIDTrecho Norte; BID