Bicada

Estadão

03 Abril 2009 | 07h09

Tucano com longa história de atendimento à população carente na zona leste, o vereador e médico Gilberto Natalini não ficou nem um pouco satisfeito com o plano de metas do prefeito Gilberto Kassab (DEM) para a área da saúde. O parlamentar, que foi ferrenho defensor da candidatura do democrata dentro do PSDB no ano passado, diz que a proposta do prefeito ficou “aquém do esperado”. A meta é de criar até 2012 somente 160 novas equipes do Programa de Saúde Familiar. Hoje são 1.000 equipes, e com mais 600, afirma Natalini, toda a demanda do SUS poderia estar abrangida pelos atendimentos do PSF. “Acho que a crise tirou a ousadia do governo”, criticou.