Baseado na lei

Estadão

16 Abril 2009 | 06h33

Começam os preparativos para a marcha da maconha em São Paulo, apesar de todos os problemas envolvidos na realização do encontro. Ontem, os cariocas conseguiram uma liminar que libera o evento no Rio. O juiz Luis Gustavo Grandinetti Castanho assina a liminar pedida pelo advogado Nilo Batista. O argumento usado por Batista e aceito pelo magistrado é o direito à liberdade de reunião e expressão. O evento está marcado para o dia 9 de maio, no Rio. Nas terras paulistas, o objetivo é realizar a marcha no mesmo dia, mas ainda há muita fumaça.