Utopia possível
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Utopia possível

O parque imaginado para o Rio Pinheiros

Edison Veiga

15 Dezembro 2017 | 16h09

Imagem: Cardim Arquitetura Paisagística

O sonho saiu da prancheta do paisagista Ricardo Cardim: criar um parque integrado ao Rio Pinheiros, aproveitando, para isso, o terreno do Jockey Club. Neste projeto imaginário, a Marginal teria de ser deslocada um pouco – e até um espaço para ser explorado pelo mercado imobiliário foi previsto.

“Um paraíso no meio de São Paulo”, escreveu ele, no detalhamento do projeto. “Formação do primeiro parque na beira do Rio Pinheiros. Recriação do rio de nossos avós: um pedaço limpo do Pinheiros, com suas curvas originais, cercado de Mata Atlântica, palmeiras jerivás e gramado com flores. Atividades para banho, canoagem e contemplação. A via expressa passa ao fundo, em frente a novos edifícios, que ganham vista e a atração de um parque de repercussão internacional.”

Hoje e nos próximos dias, apresentamos projetos utópicos para melhorar São Paulo. Coincidentemente, todos os profissionais convidados pelo blog buscaram trazer mais natureza à cidade.