Tour entre mortos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tour entre mortos

Um passeio no Cemitério São Paulo

Edison Veiga

17 Julho 2015 | 07h30

Cemitério São Paulo

Foto: Werther Santana/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

Estima-se que existam mais de 180 obras de alto valor artístico no Cemitério São Paulo (Rua Cardeal Arco Verde, 1250, Pinheiros). São esculturas sobre os túmulos, muitas assinadas por criadores importantes como Victor Brecheret (1894-1955), Galileo Emendabili (1898-1974), Bruno Giorgi (1905-1993), Nicola Rollo (1889-1970) e Luigi Brizzolara (1868-1937).

Também chamado de Necrópole de São Paulo, o local foi inaugurado em 1926, para absorver a demanda excedente por conta da superlotação dos já existentes Consolação e Araçá.

O cemitério abriga dois mausoléus curiosos. O do Ator homenageia 26 personalidades que viveram em São Paulo na década de 1920, entre comediantes, artistas circenses e radialistas. No dos Esportistas Veteranos está sepultado, entre outros atletas, o jogador de futebol Arthur Friedenreich (1892-1969), ‘o Pelé dos anos 1920’.

Neste sábado (18), a partir das 9h, haverá um passeio guiado entre os túmulos com narração das histórias do cemitério. Gratuito, o evento é realizado pelos grupos Caminhada Noturna e Hey Sampa.