Símbolos verdes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Símbolos verdes

Edison Veiga

11 Setembro 2017 | 07h22

Foto: Nilton Fukuda/ Estadão

Original da Mata Atlântica, o cambucizeiro – antes muito abundante no Planalto Paulista – é a árvore-símbolo do município. “O absurdo é que, hoje, temos apenas uns cinco indivíduos adultos da espécie na cidade”, comenta o botânico e paisagista Ricardo Cardim. “Não termos política pública de plantio desta árvore é uma coisa de louco, um descaso tanto com a história quanto com a biodiversidade paulistana.”

Bom, para quem quiser conferir a árvore de perto, as dicas de Cardim são o Jardim da Luz, o Largo 13 de Maio, o Jardim Botânico e, como não poderia deixar de ser, o Largo do Cambuci. “Em nossas ‘florestas de bolso’ (projeto de plantio de árvores nativas no meio urbano), temos sempre colocado de 10 a 15 mudas de cambuci”, conta ele.

Já a árvore-símbolo do Estado é o imponente jequitibá-rosa, a maior entre as que crescem na Mata Atlântica. “Temos um exemplar na Praça Coronel Fernandes Prestes e outro na Alameda Gabriel Monteiro da Silva”, enumera o botânico. “Os grandes, infelizmente, já foram todos cortados.”

Mais conteúdo sobre:

São PauloFloraNatureza